quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Casa: 5 dicas para evitar acidentes com idosos!

A maioria dos acidentes com idosos acontece dentro de casa, isso já  de conhecimento popular. As vezes por falta de informação, de condições financeiras ou mesmo conhecimento de certas situações vamos deixando as coisas como estão.

Nem precisa ser idoso para se acidentar em casa, basta pisar no pátio com o piso molhado que não é antiderrapante que um tombo pode acontecer... e lá vai um tornozelo torcido, uma clavícula deslocada ou quebrada. Se a pessoa for idosa muito provavelmente o acidente pode ser muito mais grave.
Imagine uma mesa de centro destas todas de vidro, o perigo que pode ser!! Uma vez eu estava numa loja olhando umas cadeiras aqui para casa e bati com tudo numa mesa de centro transparente . Morri de vergonha na hora, mas estava com atenção em outro móvel.

E como diz o ditado: Prevenir é melhor do que remediar!

blogs-decor


Ter autonomia na terceira idade é ter qualidade de vida. Maior independência é maior qualidade de vida. Nesta correria do mundo de hoje nem sempre a família pode estar o tempo todo com os idosos.
Existem profissionais que se especializam neste nicho de mercado e o trabalho deles é fundamental para que a casa seja um lugar mais seguro aos seus moradores, prevenindo assim acidentes.

Flavia Ranieiri, arquiteta especialista com vários projetos adaptados para este público, nos deixa algumas dicas fundamentais para quem está pensando em reformar, construir  ou adaptar sua casa para a chegada da terceira idade, facilitando assim o dia a dia.

"Mapeei fatores que parecem bobos ou irrelevantes, mas trazem chances de um machucado na pele ou queda evitáveis. Um tombo pode causar problemas de saúde irreversíveis e até mesmo levar à óbito", conta a especialista. Com vários projetos adaptados, Flávia explica como os avanços tecnológicos e arquitetônicos vêm se tornando grandes aliados na rotina desse público.

Saiba dos 5 Riscos de acidentes mais comuns dentro de casa e suas soluções!


Risco 1 - Falta de luz adequada

Conforme a idade avança, a visão também envelhece e sofre degeneração. Usar óculos é bastante comum, mas mesmo assim, não impossibilita a limitação visual caso não esteja usando. Sem enxergar clara e nitidamente, ele tem mais chances de tropeçar, escorregar e bater em móveis.

blogs-arquitetura

A solução: 

Não tenha medo de exagerar no número de pontos de luzes. Quanto mais, melhor. Abuse de pendentes, arandelas, abajures, luminárias de mesa e spot de piso, que aumentam a iluminação de paredes, escadas e corredores. Para esses pontos de apoios, prefira opções com dimer, que permite o ajuste gradual da intensidade da luz. Para garantir o aconchego do ambiente, a temperatura da cor deve ser entre 2400k e 3000k (branco quente).

Para quem puder investir, um sistema de automação pode ser instalado para quando a pessoa se levantar do sofá ou da cama no escuro, uma luz de vigília no piso é acionada, ajudando a se localizar e se deslocar, por exemplo, até o banheiro.


Risco 2 - Quinas

Com o tempo, a derme, camada intermediária da pele, perde elasticidade, hidratação e oleosidade. Isso resulta em uma pele mais fina, frágil e mais vulnerável a machucados, infecções e doenças de pele em geral. Uma simples esbarrada nas quinas dos móveis pode machucar a pele mais delicada. E um simples machucadinho pode se tornar um grande problema.

arquitetura-blog

A solução:

Aposte nas quinas arredondadas. Por não terem as temíveis pontas, não ocasionam lesões mais graves. Se não puder trocar o móvel, em lojas de produtos para casa é possível encontrar adaptadores de silicone, que são facilmente acoplados nas quinas tradicionais e fazem o serviço. 


Risco 3 - Pisos e tapetes


Escorregar no chão liso e tropeçar em tapetes são acidentes comuns em qualquer casa. Em casas onde moram pessoas mais velhas, com a mobilidade já comprometida, esses acontecimentos são mais recorrentes. Um piso escorregadio e tapetes mal posicionados podem causar mais do que uma simples queda.

decoracao-arquitetura-casa-idosos


A solução: 


Pisos emborrachados e vinílicos antiderrapantes, por exemplo, dificultam as quedas. Eles são encontrados em várias padronagens e cores. Os tapetes têm uma função importante de acústica e limitação de espaço e não precisam ser eliminados, apenas usados de maneira estratégica. Alinhe-os com o piso, sem desnível, e só os posicione em lugares que garantam a segurança, por exemplo, cobrindo todo o piso da sala, bem preso sob os móveis.


Risco 4 - Móveis não adaptados


Camas altas demais ou baixas exigem um esforço que nem todo mundo tem quando atinge certa idade. Cadeiras com rodinhas podem virar e derrubar quem estiver sentado. Bancadas baixas impedem o encaixe de uma cadeira de rodas. Quando os móveis de uma casa não são adaptados para quem mora nela, viver ali vira um tormento. Além de riscos à saúde, compromete a mobilidade do morador.

arquitetura


A solução

Os móveis de uma pessoa com mobilidade reduzida precisam ser pensados em termos de altura, estabilidade e profundidade. Aposte em bancadas e mesas mais profundas onde caiba a cadeira de rodas, barras de apoio, poltronas ou cadeiras fixas. A cama deve ficar em uma altura onde a pessoa sentada consiga encostar o pé no chão e a perna faça um ângulo de 90º ao sentar.


Risco 5 - Cores homogêneas e falta de contraste

A percepção espacial também sofre mudanças com a idade. O reflexo da luz no piso do banheiro pode alterar a percepção de profundidade e causar confusão - e até uma queda. Objetos com a mesma cor em um mesmo ambiente tendem a não serem vistos por completo, podendo provocar esbarrões ou tropeços.

casa-idosos-cuidados-acidentes


A solução

Opte por elementos com contraste, cores vibrantes e formas diferentes. Assim, os objetos da casa ficam mais visíveis e fáceis de serem desviados.


Gostaram das dicas?
Eu gostei muito da questão das cores, um fator que eu desconhecia. Sobre a iluminação eu também achei maravilhosa.

Se você tiver mais alguma dica pra dividir conosco, deixe nos comentários por gentileza ;)


Jeito de Casa ❤ Posts feitos com muito carinho pra você!

 Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest  

Bjus
ana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMO SEU COMENTÁRIO ♥

Responderei as perguntas relacionadas as postagens aqui nos comentários mesmo. Muito obrigada por sua participação!