Mostrando postagens com marcador acessórios pra casa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador acessórios pra casa. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 16 de novembro de 2021

Modelos de sofás para ambientes pequenos

Sofá para salas compactas: modelos para ambientes pequenos, confira:

sofas-modernos
Lucia Vale

3 dicas para escolher o sofá ideal para ambientes pequenos

Podemos adquirir uma infinidade de coisas para a nossa casa. Mas existem elementos que são realmente essenciais para garantir o bom funcionamento dos ambientes. 

Salas, por exemplo, podem oferecer conforto aos seus usuários sem que tenha na sua ambientação assentos confortáveis. E quando falamos em assentos confortáveis estamos nos referindo principalmente a modelos de sofá.

Agora, se pensarmos no projeto de decoração de ambientes como esse, podemos acrescentar elementos que gostaríamos que houvesse no local. 

Por exemplo, televisão, mesinhas de apoio e mais. E isso, quando somado, pode “estreitar” a disposição ao ponto de não encontrarmos espaço suficiente para a colocação de um sofá bem grande e espaço. O desafio é ainda maior quando a sala, ainda vazia, já é compacta.

Não é comum, mas ainda encontramos à venda no mercado muitos modelos de sofás pequenos que podem combinar com ambientação de salas compactas. E ainda é possível encomendar peças ou fazer combinações bem interessantes com elementos modulados. Conheça estas possibilidades no texto a seguir.

sofas-salas-pequenas
Decoradoria Decoração Online


sofa-cinza
SP Estúdio

1 - Sofás de um ou dois módulos para salas compactas

É bastante curiosa esta classificação. Quando vamos às lojas, encontramos muitos sofás de dois lugares, mas de grandes dimensões. Na verdade, apesar do número de assentos, sobre o móvel, poderiam sentar três ou mais pessoas. 

Agora, os sofás de dois lugares que citamos aqui realmente são para duas pessoas. E, por certo, algumas vezes terão apenas um módulo único de assento na base - para você compreender suas dimensões.

Estes sofás são realmente bem menores. Geralmente, apresentam entre 140 e 180 centímetros de comprimento, no máximo - incluindo a largura dos braços nesta medida. 

Inclusive, uma alternativa vista entre os exemplos deste texto é o sofá de dois lugares composto por módulos individuais, que podem, eventualmente, serem separados um do outro, formando poltronas.

Voltando aos sofás comuns de dois lugares, estes quase sempre são projetados pensando no uso em decorações de quarto auxiliar - como um quarto de hóspedes mais home office. 

Neste caso, é interessante que os mesmos tenham um design que permita a transformação do móvel em cama de casal. Inclusive, é interessante citar que existe neste exato momento à venda nas lojas modelos de pufes multiuso 3 em 1 que viram sofás 2 lugares e cama casal. 

sofa-linho-decor
Decoradoria Decoração Online

decor-sofas-modernos
Mauren Buest

2 - Sofás de braços finos ou sem braços para otimizar espaço

Algumas empresas fabricam modelos de sofás fora do padrão ou até aceitam encomendas de sofás sob medida que, de fato, seria a melhor alternativa para salas compactas. 

Todavia, comprando peças prontas ou sob encomenda, o móvel que escolher deve apresentar um design que favorece a otimização de espaço. Por exemplo, muitas vezes, é dispensável que o móvel tenha braços ou largos, ou se quer ter braços nas laterais.

O que isso pode interferir no design de interiores? Como dito antes, ganha-se mais área livre para circulação ou mesmo a colocação de outros elementos ao redor do sofá. Contudo, esse tipo de sofá não oferece, certamente, o mesmo tipo de conforto que os sofás tradicionais, recomendado apenas para saletas de visitas. Outra ideia é usar estes sofás frente às camas, substituindo os recamiers, por exemplo.

decoracao-sofa-sala-pequena
Juliana Matalon

sofa-sala-atual
GoUp Arquitetura

sofa-pequeno
Sesso & Dalanezi Arquitetura + Design


3 - Sofás de dimensões ou formatos diferentes para ambientes pequenos

Pode-se dizer que, de algum modo, todos os sofás apresentados nas ilustrações deste texto são diferentes. Mas vamos falar agora especialmente daquilo que torna alguns modelos ainda mais fora do padrão. 

Por exemplo, para fazer os ambientes parecem mais amplos, muitos projetistas indicam sofás pequenos de pés elevados, como os pés palitos - típico do design dos anos 60 a 70 e, agora, da linha retrô para móveis.

Sofás pequenos com um assento mais comprido podem ocupar um pouco mais de espaço; porém, eles também devem criar um layout mais atrativo. Se eles formam um desenho em L podem aproveitar melhor um canto todo da sala e até dispensar a necessidade de se completar o layout do ambiente com poltronas e mesinhas. 

E antes de terminar este texto precisamos citar um dos exemplos apresentados nas imagens que é realmente bem especial. Ele é feito sob medida. 

Uma estrutura de estrado suspensa, sem pés, fixada diretamente na parede; cujo assento é um tipo de puff longo e o encosto é composto por almofadas de várias dimensões e formatos.


decoracao-sofas
Revista Viva Decora

Red Square Arquitetura

Adriana Fontana

sofas-atuais
Duda Senna

sala-pequna-chic
Luciane Mota

Opções não faltam, basta procurar aquela que melhor se encaixa no seu gosto e em suas necessidades!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.


Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

ana maria

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Pratos na parede : decor da vovó com design atual

Sempre curti muito decoração com pratos na parede.  É algo simples e acessível para todos os bolsos e pode ser algo muito criativo e particular : de lembranças de viagens a pratos herdados, o universo é infinito na decoração e composição com pratos!

Assim divido com você a matéria que recebi com a proposta da arquiteta Marina Carvalho sobre decoração com pratos!

decoração-com-pratos

decoracao-pratos-parede

No espaço da bancada que foi reservada para as refeições do dia a dia dos moradores, a arquiteta Marina Carvalho apostou na sutileza dos pratos decorados para compor a parede que foi revestida com a leveza dos formatos hexagonais |Fotos: Evelyn Müller

Mas eis que as dúvidas são guiadas por dois pontos principais: como escolher e em quais paredes apostar no uso dos pratos no décor? Entusiasta do uso do elemento, a arquiteta Marina Carvalho, à frente do escritório que leva seu nome, explica como gosta de aplicar a louça nos seus projetos de arquitetura e interiores. “Sempre digo que podemos trilhar por duas vertentes. A primeira delas é criar essa atmosfera de uma casa que nos conecta às memórias de nossas vidas e ao aconchego. Mas com a multifuncionalidade dos pratos, podemos seguir por uma linha mais moderna, sofisticada e ao mesmo tempo clean. Considero também uma boa alternativa para substituir os quadros”, comenta a profissional.

A arquiteta ainda ressalta que hoje em dia é possível comprar o prato que mais combina com o estilo decorativo do projeto – seja em lojas do ramo ou pela internet –, ressignificar peças herdadas de família ou mesmo, o próprio morador, realizar o desenho na louça seguindo o caminho do ‘faça você mesmo’.


pratos-parede-decoracao

Leveza e ares de uma casa gostosa de se viver: no espaço da parede que estaria vazio, ao lado da porta, a composição retrô com versões redondas e quadradas, nos conectam à atemporalidade da louça portuguesa com suas as estampas florais e azuis |Fotos: Evelyn Müller

decor-pratos-parede

No aparador da sala de jantar, o p&b dos pratos ressalta o floral e o mood ilustrativo. |Fotos: Evelyn Müller

 

Para a escolha, é importante pensar na composição que será elaborada, considerando a perspectiva de misturar referências diferentes de tamanhos, formatos e desenhos, que vai depender do gosto pessoal de cada um. Nesse processo de definição, pode-se levar em conta a predileção por frases marcantes, paisagens, gravuras e traços ligados à uma cultura. A arquiteta Marina Carvalho revela que, nesse processo, vale visitar as lojas ou conferir o e-commerce dos estabelecimentos para selecionar as peças e produzir essa combinação. “Para não errar, o legal é eleger uma referência visual, que pode ser de cor ou formato, para guiar esse processo. Em um contexto de coleção, o décor da parede com pratos deve transmitir uma harmonia visual muito aprazível”, ensina Marina

Outro jeito de efetuar o arranjo da montagem é traçar o contorno dos pratos, com um lápis ou caneta, em um papel pardo. Após projetar a forma de cada um, basta recortar e colar na parede para visualizar a disposição, possibilitando uma ideia real de como ficarão. Marina ainda ressalta que o ideal é não deixar um prato muito distante do outro, uma vez que o sentido é evocar a união como um único elemento, chamando a atenção como um todo. Se a parede não tiver nenhum móvel encostado, o recomendado é deixar as louças a 1,70m de altura (entre o ponto mais alto da produção até o piso).

parede-decoracao-simples

decor-parede-pratos

Os desenhos nos pratos podem variar bastante. Elementos e referências geeks também produzem amabilidade e frescor aos ambientes |Fotos: Evelyn Müller

Colocando na parede

Depois de toda análise, é hora de dispor os pratos na parede. Isso pode ser feito de diversas maneiras por meio do uso de arames, discos adesivos ou das conhecidas massas epóxi, como o tradicional Durepoxi. Todavia, Marina esclarece que muitos modelos, pensados especificamente para a finalidade, já são acompanhados por suportes que facilitam a fixação.

 O mais comum é o suporte de mola, apontado pela profissional como o mais elegante para esse tipo de decoração. Caso opte por aqueles que já possuem uma sustentação, utilize uma máquina furadeira para perfurar a superfície que receberá o gancho. “É sempre relevante ter em mente que o modo de fixação não deve estar visível na parte inferior dos pratos. Em itens tão delicados, os pequenos detalhes fazem a diferença”, relata.

Créditos: Marina Carvalho Arquitetura

Veja também: 

decoracao-pratos-na-parede-em-projetos

                    pratos-para-decorar-parede-da-cozinha

                           decoracao-pratos-na-parede-uma-ideia.html

Mostre-seus-pratos

Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

ana maria

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Modelos de tapetes para decoração de quartos

Decoração com tapetes: 4 modelos diferentes que podem valorizar seu quarto

tapetes-para-quartos-decoracao
Marcelo Rosset Arquitetura

Uma coisa é certa: a moda casa, assim como outras modas, muda ao longo do tempo de acordo com o lançamento de novas tendências, produtos e soluções tecnológicas. 

Não faz muitos anos, era mais comum a utilização de revestimento de carpete para cobertura de pisos. Mesmo aqui no Brasil, um país de regiões com temperaturas médias elevadas, quartos e salas eram cobertos por grandes tapetes. Mas isto mudou.

Hoje em dia, dificilmente as famílias brasileiras gostam de ter carpete cobrindo a casa toda.

Também por uma questão de higiene do próprio imóvel, prefere-se o piso frio, e separam-se zonas e ambientes com tapetes. Essas peças podem ser facilmente enroladas para a limpeza do local e trocadas por um modelo novo sempre que desejado.


A.M Studio Arquitetura

decor-quarto-bebe
Studio Um Mini

Sim, os tapetes não deixaram de fazer parte das decorações de residências brasileiras. Mas, por aqui, no geral, a sua função está mais ligada à uma questão estética. 

É que os tapetes são utilizados para guiar percursos, unir grupos de móveis, separar zonas funcionais, além de destacar elementos de decoração e arquitetura. Fora que os tapetes podem acrescentar mais cor aos ambientes, tornando-os mais confortáveis e alegres.

Um tipo de ambiente decorado de casa que sempre pode se beneficiar do tapete é o quarto. Percorrendo as lojas, podemos encontrar alguns modelos diferentes. É o que veremos no texto a seguir.


decoracao-quarto-casal
By Arq & Design

decoração-tapetes-ideias
Altera Arquitetura

#1 Tapete passadeira

Antes de falar sobre a utilização desse tipo de tapete em decorações de quarto, devemos esclarecer quais são os detalhes desta peça que fazem com que ela seja diferente. 

Em comparação com outros tipos de tapete, o tapete passadeira parece ter um formato mais longínquo. Ou seja, ele é menos quadrado e mais retangular, lembrando aqueles trilhos de mesa.

Tapete passadeira geralmente é mais indicado para áreas de corredores e cozinhas em formato de fita. Contudo, esse tipo de tapete também pode funcionar bem em decorações de quarto. 

Neste caso, uma ou duas peças seriam posicionadas de cada lado da cama, frente à criado mudo, para que a pessoa, ao se levantar, não coloque diretamente seu pé no chão frio. Então, funcionaria muito mais como uma proteção para os moradores da casa.

Claro que, de algum modo, este tipo de tapete colocado dentro do quarto impacta, sim, na decoração do ambiente. Mas por estas serem peças pequenas, cobrindo menos áreas de piso, é melhor que tenham cores neutras ou estampas mais simples. 

Assim, a sua contribuição para o cenário seria sutil, menos "gritante" ao olhar e mais adequada ao peso da sua importância neste conjunto decorado.


decor-passadeira-quarto
Marel- Grupo Factory

tapetes-para-quartos
Sesso & Dalanezi Arquitetura + Design 

quarto-rosa-ideia
Revista Viva Decora

decoracao-quarto-menino
Karina Korn

decoracao-quartos
A.M Studio Arquitetura

#2 Tapete retangular

O tapete retangular é, talvez, a melhor solução de cobertura acarpetada para decoração de quarto, sobretudo quarto de casal. Por causa justamente das suas proporções, o ideal é que ele seja estrategicamente posicionado da metade para o fim da cama em direção aos pés da pessoa deitada sobre ela. 

Seu tamanho, com relação a cama, deve ser grande o suficiente para criar algo como uma passadeira de cada lado e na ponta do móvel.

Podemos destacar vários pontos positivos com relação à utilização de tapetes assim em decorações de quartos. Ainda é possível proteger as pessoas do contato direto com o piso frio - talvez até de um modo melhor. E também é um excelente recurso para destacar a área de cama e tornar o cenário mais aconchegante e acolhedor, trazendo a atenção do observador justamente para o centro do ambiente.

Na dúvida, se quiser entender qual o tipo de tapete retangular escolher para o quarto, compare as peças das lojas com o tamanho do imóvel que possui em casa. 

Voltamos a dizer que o tapete precisa ser maior que o tamanho da cama. É melhor que a peça seja colocada com o lado maior acompanhando o sentido da cabeceira. E também que a sua cor seja oposta ao revestimento de piso - piso claro, tapete escuro e roupa de cama clara.

como-usar-tapete-quarto-casal
como-usar-tapetes-sob-cama
A.M Studio Arquitetura

tapete-embaixo-cama
Altera Arquitetura

ideias-decor-tapetes
Revista Viva Decora


#3 Tapete redondo

Tapete redondo raramente funciona para decoração de quarto, salvo algumas exceções. Se algo assim fosse utilizado em uma sala de estar, por exemplo, ela ajudaria a criar zonas funcionais dentro do layout do ambiente. 

Mas para quarto amplo, com muita área livre de sobra, é possível utilizar tapete redondo do mesmo modo. Lembre-se de que não é interessante deixar áreas sem função dentro do cômodo.

Uma ideia para uso de tapetes redondos dentro de decoração de quarto é em um cantinho de leitura ou para tomar cafés frente a uma janela de sacada. Nesse caso, o tapete redondo ficaria sob móveis como poltronas e mesinhas em um formato destoante com da cama, criando um contraste que tornaria o cenário mais interessante.

Agora, é mais fácil encontrar exemplos de utilização de tapete redondo em decoração de ambientes infantis. É bastante incomum usar esse tipo de peça para cobrir as zonas centrais do quarto de bebê. 

A ideia é demarcar essa área específica do cômodo para que ela seja um espaço sem móveis, protegido de quedas, onde a criança poderá exercitar os seus primeiros passos e algumas brincadeiras divertidas.


tapete-redondo-decoracao
Revista Viva Decora

beliche-moderno-quarto-infantil
Helaine Goes Pinterich

quarto-moderno-moço-decoracao
                             Barbara Dundes

#4 Tapete temático

Dependendo da decoração planejada para oquarto, é possível utilizar sobre o piso tapete liso, florido, listrado, com cores chamativas, desenhos abstratos e mais. 

Aqui neste texto mostramos exemplos de todo tipo, e todos com excelente equilíbrio entre os elementos e harmonia visual. Queremos chamar a atenção para aquelas peças que apresentam algum detalhe que as façam ser mais atrativas para o olhar principalmente das crianças.

Chamamos aqui de tapetes temáticos aqueles que apresentam estampas com ilustrações que remetem a personagens do mundo infantil. Também existem aqueles tapetes cujo formato de borda lembra flores, casinhas, carrinhos, bichinhos e mais. 

São elementos assim que fazem uma decoração de ambientes infantis, como quarto de bebê, ser lúdica. Algo assim deve incentivá-la a brincar, se divertir e ser criança de fato.

marcenaria-camas-modernas-quarto-infantil
Revista Viva Decora

decor-quarto-crianca
Belissa Corral

decoracao-tapetes
Revista Viva Decora

decor-quarto-criança-europa
Revista Viva Decora

Gostou dessas ideias de decoração com tapetes? Então, escolha um modelo lindo e enfeite seu quarto com ele!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

ana maria

terça-feira, 9 de março de 2021

Modelos pendentes para decoração de sala

Pendentes são luminárias que podem aparecer em propostas de decoração de sala, parte integrante do sistema de iluminação ambiente. Saiba+.

ideias-pendentes-salas-jantar-estar
KZ Arquitetura e Interiores

Como escolher as luminárias pendentes perfeitas para sua sala

A iluminação é um ponto muito importante das propostas de interiores. Em decoração de sala, devemos ter o máximo de luz natural. Mas isto só irá resolver bem as coisas no período do dia. 

Será essencial, para a noite e os dias nublados, a utilização de um sistema de luz elétrica. Porém, como se sabe, em cada ambiente nós iremos realizar atividades variadas. E pensando nisso, foram criadas versões diferentes de aparelhos de luminárias.

Resumindo, conhecemos as peças de parede, como as arandelas; as peças de piso, como as luminárias de chão; e as de bancada, como os abajures. Por fim, nesta pequena lista, devemos acrescentar ainda as luminárias de teto; dentre as principais estão os lustres e os pendentes. 

Você conhece estes? Sabe a diferença entre eles? E quanto aos pendentes em si, qual seria a sua utilização em decoração de sala? Descubra a seguir.

decoracao-pendentes-tendencia
 Pinterest

Qual a diferença entre lustres e pendentes?

Você já deve ter percebido que as decorações de salas apresentam um sistema de iluminação variado. 

Dentro deste ambiente, podemos conferir pontos de luz difusa e focal. É que se entende que, neste cômodo da casa, serão realizadas várias atividades diferentes – como ver TV, ler livro, conversar, comer e mais - e por isto seria necessário pontos flexíveis, com opções diferentes de luz.

A zona de estar pode ter luminárias de piso, de mesa, faixas de luz contornando prateleiras, luzes embutidas em nichos e sancas. Mas, no meio do teto, geralmente é colocado um plafon ou um lustre, espalhando a luz em várias direções. 

O lustre é um modelo de luminária pendente, sim. Só que a sua característica principal é jogar a luz em direção ao teto, rebatendo-a, assim, de volta para o ambiente. Entendeu?

pendente-cristal-sala
Foto: Architizer

Agora, dentro de salas podemos ter áreas de refeições também, com mesa de jantar e balcão ilha, integrando a sala e cozinha americana, por exemplo. Nestes pontos, é indicada a instalação de pendentes. 

Estes aparelhos, diferentes dos lustres, possuem lâmpada ou lâmpadas, se a peça tiver várias hastes, voltadas para baixo. A ideia é criar uma iluminação suave, mas direta ou focal, destacando o tampo logo abaixo.

São outros exemplos da utilização de pendentes na decoração de residências: sobre mesinhas de cabeceira, em quarto; sobre mesinhas auxiliares, ao lado de sofás; sobre poltronas de leitura; e sobre bancadas de lavabos e banheiros, assumindo um papel mais ornamental.

design-pendentes-sala-jantar
pendentes-modernos-decoracao
Iná Arquitetura


jogo-de-pendentes-mesa-decor
Hiperbato Arquitetura

Por que iluminar a mesa de jantar com uma luminária pendente?

A zona de jantar é a área mais ativa da sala. É importante que a sua mesa e bancadas auxiliares sejam bem iluminadas para que as pessoas possam enxergar o que comem. 

Bem, mas precisamos estudar, além disso, a altura que esta peça ficará na decoração. Isto porque ela não pode acabar muito perto dos pratos ou mesmo interferir na visão que as pessoas sentadas no local tenham uma das outras.

Se, neste caso, o pendente ficar muito baixo, a luz dele parecerá muito forte e causará desconforto visual, comprometendo a permanência das pessoas à mesa. E o que se deseja é sempre o contrário, uma atmosfera mais agradável possível. 

Com relação a isto, diz-se que o ponto ideal da lâmpada do pendente em relação à mesa de jantar é de 70 cm - se ela for opaca – ou de 90 cm – se ela for transparente ou espelhada.

pendentes-multiplicados-mesa-jantar
Foto Anual Design


decor-pendentes-fibras-naturais
Casa de Valentina


decor-pendentes
 Pinterest

É óbvio que a luminária pendente utilizada na sala de jantar precisa focar a sua luz para baixo. As proporções desta peça também devem ser compatíveis com a mesa logo abaixo – nem grande ou pequena demais. E se o seu ponto de instalação não estiver no centro do móvel, indica-se a utilização de um modelo de luminária com braços articulados ou de um desviador de fio.

Valeria Barros

pendentes-juntos-mesa-jantar
Good Decoration

pendentes-decoracao
 Pinterest

Quais os modelos de pendentes mais utilizados em decorações de salas?

Antes de falar sobre os diferentes modelos de pendentes à venda no mercado, devemos destacar que é possível fazer pendentes com materiais reaproveitados. 

Em decoração estilo industrial, por exemplo, podemos ver lindos lustres pendentes com bojos feitos de baldes, panelas, escorredores de macarrão, raladores de queijo e mais. Vale muito a pena ir atrás de ideias e criar uma peça exclusiva para a decoração da casa.

Morar Mais Por Menos Goiânia 2017

Ou, se preferir, você pode adquirir um lindo modelo pronto. Nas lojas, podemos achar pendentes só com lâmpadas nas extremidades dos fios. 

Também com cúpulas retangulares, redondas ou sinuosas; de tecido, metal ou madeira; com pêndulos de cristal; em formato de prato e diamante; coloridas e aramadas; foscas, transparentes ou com acabamento brilhante metalizado - tipo inox e rose gold.

A grande tendência do momento são as luminárias pendentes acompanhadas de lâmpadas especiais, tipo retrô industrial - é o caso das lâmpadas estilo design Thomas Edison ou Tom Dixon. E ainda, para terminar, os pendentes com trabalhos com fios de luz em vários comprimentos e em tramas de fibras naturais, como junco. 

decor-moderna-pendentes
Jacson Hartmann


pendentes-modernos-decor
SP Estúdio


decor-pendentes-sala-de-jantar
tendencia-pendentes-para-saa
Bruno Moraes Arquitetura e Interiores


São muitos modelos, não é mesmo? Mas com criatividade e bom gosto, você vai escolher o ideal para sua sala!

Essas dicas de decoração de sala foram criadas pela equipe Viva Decora.


Esperamos ter inspirado você!

Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

ana maria