Mostrando postagens com marcador Área Externa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Área Externa. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Decoração azul

Azul é uma cor que lembra o céu...
O azul traz a sensação de tranquilidade e serenidade. Deve ser este o motivo da cor agradar a maioria das pessoas. Ele também lembra água, limpeza, serenidade...
Dizem também que a cor também remete a sensação de segurança e por isso ela é muito usada em logomarcas.
Seu lado negativo é ser considerada uma cor fria. Por isso, ela é muito usada com tons mais quentes para equilibrar os ambientes.
Já os tons de azul mais escuros são associados a sofisticação e elegância.

Mas queremos mostrar aqui o uso do azul na decoração. O azul combina com todos os ambientes de uma casa, vai da cozinha ao banheiro, das áreas externas às áreas sociais e cai perfeitamente nos quartos.

blogs-arquitetura
sala-azul-decoracao
Projeto AS DESIGN ARQUITETURA

Esse é um perfeito exemplo da união do clássico com o contemporâneo!
No apartamento alugado por um jovem casal, as arquitetas para não fazer muitas mudanças estruturais, investiram nas cores e no cimento queimado. Linda e muito charmosa a composição com a parede azul em boiserie (pronúncia francesa: Boaserrí ) - que são es estas filetes formando quadros na parede.


sala-decoracao-clean-arquiettura
blog-de-arquitetura
Projeto ROBERTA BANQUERI

Sala de estar e TV foram integradas no projeto. O azul predomina no ambiente, da parede ao sofá e tapete.  O ambiente da TV ficou muito limpo, bem clean e estiloso com a bike pendurada.
Repare na primeira foto e veja  o trabalho em marcenaria com banco na janela ficou maravilhoso, foi subindo pela parede ao teto, emoldurando o espaço.


blogs-decor
arquitetura
Projeto GUILHERME TORRES

A sala anteriormente branca ganhou identidade com o tom marcante de azul. Esta base azul fez a junção dos elementos do ambiente como o tapete de pele, as prateleiras pretas e o grande sofá, bem como com os objetos de decoração diferenciados, dos bonecos as cadeiras  em estampa animal que podem ser observadas parcialmente na primeira foto deste ambiente.


Projeto STUDIO AG AQUITETURA

O azul foi a cor destaque na reforma do apartamento por Studio AG Arquitetura, que priorizou a integração e conexão dos ambientes, deixando-os mais leves e iluminados.



blogs-decoracao
blog-arquitetura
Projeto AS DESIGN ARQUITETURA

Quarto projetado para um médico solteiro.  Os tons de cinza e azul com as clores claras deixam o quarto bem relaxante e elegante.



blog-decor
blog-arquitetura
Projeto SP ESTÚDIO

O tom azul e destaque total na cozinha com detalhes em branco, cinza e madeira. O conceito do projeto das arquitetas do SP Estúdio era um apartamento Garden,bem aconchegante e com os ambientes integrados. Com certeza o projeto atingiu o objetivo, é realmente leve e apaixonante.



blog-cozinhas
armarios-cozinha-azul
Projeto BRUNO CARVALHO

Azul é a cor favorita da cliente por isso a cozinha no tom. A família adora cozinhar, por isso tudo oi projetado para ficar funcional com eletrodomésticos muito bem escolhidos. Bancada em mármore. Um estilo clássico nos armários. Iluminação com luzes de LED.


blog-arquitetura
Projeto GUILHERME TORRES

Armários de laca num degradê azul é o ponto forte da cozinha moderna. Iluminação em LED, cimento queimado, tudo muito atual no projeto desta cozinha.



blog-decor
Projeto STUDIO AG ARQUITETURA

Surpreendente o móvel da copa azul projetado pelo Studio AG Arquitetura, fiquei encantada!



blog-arquitetura
Projeto AS DESIGN ARQUITETURA

Quantos elementos modernos e lindos na composição do ambiente da sala de jantar. O lindo azul do móvel com tampo em pedra preta.o Pendente com detalhes cobre, o quadro irreverente e o famoso cimento queimado na parede destaque. 




banheiro-arquitetura
Projeto SP ESTÚDIO

Como o cinza e o azul se completam na parede do banheiro com os azulejos hexagonais, numa paginação descontraída.


banheiro-branco-e-azul
Projeto SP ESTÚDIO

Amei a luminosidade do banheiro branco co a faixa criativa que atravessa o banheiro. Projeto lindo das arquitetas do SP Estúdio.


blog-arquitetura
Projeto AS DESIGN ARQUITETURA


Área externa com jardim vertical. O azul presentes vários tons nas almofadas e estofado do ambiente.



Jeito de Casa ❤ Todos os posts feitos com muito carinho pra você!


Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest  

Bjus
ana

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

O que é cobogó? Veja exemplos de como usar os cobogós no jardim

O Cobogó foi criado por engenheiros brasileiros e usado na decoração para levar luz e ar aos  interiores. Crie jardins incríveis com eles.

cobogó-na-arquitetura
    Projeto: Rodrigo Maia

Cobogós: conheça sua história e como usar em fachada, interiores e, em especial, nos jardins.

Os cobogós são elementos de construção bastante simples, amplamente utilizados em projetos de arquitetura brasileira, desde os tempos coloniais.
Trata-se de uma espécie de tijolo vazado, normalmente feito em cimento e utilizado na construção de paredes e muros. Além de seus aspectos decorativos  estético únicos, resultado da repetição das modulações, suas funções ainda podem ser outras, mesmo em um jardim vertical. 

cobogo-muro-piscina
    Projeto: Studio MK27

Um pouco sobre a história dos cobogós

Os cobogós são populares entre arquitetos de edificações, os de interiores e os paisagistas. Claro que muitos outros profissionais já os viram, mas desconhecem o seu nome.
Na verdade, o termo surgiu através da união da primeira sílaba do sobrenome de cada um dos seus inventores - Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góis.

cobogo-em-fachada-arquitetura
    Projeto 1:1 Arquitetura: Design

Os três engenheiros brasileiros criaram a peça no ano de 1929. O Objetivo era encontrar um meio de ventilar melhor as moradias da região em que eles moravam, o nordeste.
A solução encontrada faz relação com um elemento já muito conhecido da arquitetura islâmica ou de países como a Índia e o Marrocos, os muraxabis. Esses nada mais são do que treliças de madeira, usadas especialmente para fechamentos de janelas e balcões.

    Projeto:  Só1toque Design e Engenharia

Características gerais dos cobogós

Diferentes dos muraxabis, os cobogós têm um formato geométrico mais bem elaborado, como em xadrez ou quadriculado. Muitos são feitos de forma artesanal - moldados em argila, vidro, cerâmica ou  outro material. Podem ser encontrados em diversos tamanhos, sempre mantendo essa característica modular. E  recebem um acabamento em qualquer cor, com tinta látex, acrílica ou esmaltada.

area- externa-perolado-arquitetura
o-que-e-cobogo
    Projeto: Bianca Monteiro
Vantagens e Desvantagens

" Também adiciona um ar poético aos ambientes, já que a forma como ele desenha a luz nos espaços pode alterar ao longo do dia e até conforme a época do ano". Arquiteto Pedro Kastrup, em reportagem de O Globo.

"(...) tendo como aliado um bom projeto luminotécnico, que possibilita a formação de um jogo de luz e sombra que garantem um ar moderno e clássico ao projeto". Arquiteta Ana Maria de Cesaro em reportagem de Estado de Minas.

Hoje, os cobogós representam  um excelente recurso que os arquitetos usam para levar ou filtrar brisa e luz do dia para os interiores.

cozinha-com-cobogo
cozinha-cobogos-arquitetura
    Projeto: Daniel Oliveira

Ha outras desvantagens apontadas em relação aos cobogós. Uma delas é quanto à estanqueidade. O elemento construído pode apresentar, depois de um certo tempo, o desprendimento das juntas.
Também há uma ausência de vedação acústica. Todavia, talvez seja bem mais empregado em áreas internas do que externas. E existem mesmo muitos bons exemplos de seu uso em jardins.

    Projeto: Alex Hanazaki

Diversos usos dos cobogós na arquitetura

Foi a partir dos anos sessenta que os cobogós passaram a ser utilizados em projetos residenciais. Infelizmente, depois de um tempo, eles caíram em desuso. Mas, agora, com as questões ambientais mais latentes, essas peças viraram, outra vez, importantes. Elas podem contribuir com a eficiência energética das construções, além de diminuir a necessidade do emprego de aparelhos de ar e iluminação artificial.

"(...) atualmente, com a demanda da sustentabilidade e eficiência energética, essas técnicas antigas de ventilação passiva estão retornando". - Arquiteto Carlos Murdoch, em reportagem de Engenharia e Arquitetura

    Projeto: Galpão Design Arquitetura, interiores &CO.

Jardins com cobogós

Fazendo uma pesquisa rápida na internet, é possível ver os cobogós sendo empregados como divisórias de ambientes. Ou também substituindo venezianas para o fechamento parcial de planos abertos. Realmente, seu desenho diferenciado, combina muito com propostas contemporâneas de paisagismo - inclusive sustentáveis. Alguns modelos podem até ser conferidos na imagem deste texto.

varanda -gourmet-moderna-e-charmosa
varanda-gourmet-arquitetura-tijolinho
    Projeto: Bianca Monteiro

O caso  é que os cobogós podem complementar vários cenários ou criar outros bastante atrativos para o jardim. Eles podem delimitar espaços gourmet, dando certa privacidade para os usuários. Também podem garantir a segurança humana, servindo de parapeitos em bordas de sacadas. Ou apenas um elemento decorativo, enriquecendo recantos especiais, como canteiros de folhagens.

piscina-com-varanda-gourmet
    Projeto: Rodrigo Maia

Analisando todos os padrões e cores existentes de cobógos, até que essas peças fazem mesmo mais sentidos empregadas aos espaços abertos. Algumas lembram folhas, flores e até elementos marinhos.
Plantas trepadeiras podem preencher seus vãos e se apoiar em sua estrutura durante o crescimento - inclusive podem-se formar jardins verticais com estes módulos. E, em último caso, pode servir de pavimentação.

jardim-vertical
    Projeto: Galpão Design Arquitetura, interiores &CO.

Então, o que você achou dos cobogós? Notou como as opções são ilimitadas?
Existem peças para todos os gostos - modernas, coloridas, retrôs, arrojadas e clássicas. E elas são consideradas uma tendência, pois, atualmente,  o uso de materiais tridimensionais está na moda.
Portanto, escolha uma e use no jardim de casa!

Estas dicas de uso de cobogós foram criadas pela equipe Viva Decora


Leve daqui sempre: inspirações e boas energias 

Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest  

Jeito de Casa- Blog de decoração e arquitetura
Bjus
ana

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Chuva de ouro...

É com muita alegria que fiz estas fotos aqui em casa...
São as minhas orquídeas chuva de ouro florindo na palmeira fênix...
Elas também são conhecidas como oncidium, nome científico.


oncidium-orchids

Uma delicadeza só!!


orquidea-amarela-chuva-de-ouro

Sou apaixonada por flores, as amarelas em especial...


oncidium-orchid

Aqui na cobertura venta muito, o que  maltrata muito as plantas. Alguns galhos foram cortados pelas folhas da palmeira, que as vezes rodam como um ventilador


plantas -em-cobertura

Preciso urgentemente comprar algum adubo para borrifar nesta palmeira com orquídeas.
Na minha antiga casa elas não eram tão miudinhas., veja que bonitas

orquidea-na-palmeira-fenix

Se o vento não carregar tudo, em breve faço mais fotos  desta que é minha orquídea preferida por sua cor e delicadeza!!



Leve daqui sempre: inspirações e boas energias 

Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest  

Jeito de Casa- Blog de decoração e arquitetura
Bjus
ana

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Paisagismo: jardins mais bonitos!


As tecnologias fizeram o homem urbano se afastar da natureza e perder sua conexão existencial com ela. Cultivar jardins pode inverter a situação. Veja diversas dicas de como deixar seu jardim mais bonito em casa e sentir-se em equilíbrio e mais conectado com a natureza.
vertical-garden
Deborah Roig

Saiba como criar jardins mais bonitos e que integrem melhor as pessoas à natureza
O mundo que a maioria das pessoas conhece é artificial, cinza  e asséptico.
Ele é desenvolvido de acordo com as suas exigências- grande parte em desacordo com a natureza.
Há muita tecnologia, mas pouco contato com a água, árvores e outras paisagens.
Tudo que o homem desempenha parece estar lhe afastando de suas origens, gerando a si mesmo um mal estar na lama e um senso de perda de sentido.

"Enquanto construímos cidades maiores, não estamos cientes do quanto e quão rápido estamos minando nossa relação com a natureza, e uma natureza mais selvagem - nossa fonte de existência." - Para Kahn, da Universidade de Washington, em reportagem de TheCityFix Brasil
"O ambiente natural é parte da nossa história... é parte de nós. O nosso bem-estar individual e social, a nossa sobrevivência, são profundamente ligados ao ambiente" - Marcella Danon, em reportagem de Jardim do Mundo.

jardim -alex-hanazaki
Projeto Alex Hanazaki
Conectar-se à natureza daria ao homem uma maior certeza de suas capacidades, do incrível milagre que é a sua vida, um sentimento de pertencimento, de fazer parte de um todo maior.
SE desde a sua infância ele não tem esse privilégio, então jamais entenderá a degradação do meio devido ás suas ações ou a proteção que a natureza necessita. Simplesmente, permanecerá inerte sobre os problemas ambientais.
"Os instintos naturais se perdem em estado doméstico" - Charles Darwin.
casacor-garden
Jardim CasaCor 2016
Os benefícios de cultivar jardins
Os jardins domésticos são mais do que lugares de relaxamento. Quando ficar em contato com as plantas, é uma extensão das moradias, acabamos agregando valor a elas.
Por esse motivo, eles precisam ser muito bem cuidados, planejados e decorados. Essa forte conexão entre interior e exterior, dá muito mais fluidez, além de ar limpo e fresco aos espaços.
As pessoas que vivem em edificações assim costumam se sentir mais confiantes, saudáveis, calmas, serenas e felizes.
Várias pesquisas comprovam que o motivo disso é, justamente, este estilo de vida, em proximidade com a natureza e sua biodiversidade.
O despertar das boas emoções, o aumento da produtividade, da criatividade, da curiosidade , e a sensação de em-estar são só alguns dos benefícios.

casacor-jardim
CasaCor 2016
A Ecopisicologia é um tipo de estudo que analisa essa possível relação entre seres humanos e a natureza. De como haveria o aumento da sensibilidade; da consciência ambiental; e o despertar de partes menos conhecidas do cérebro quando as pessoas exploram cores, aromas e texturas. 
Acredita-se, portanto, que isso traria benefícios não só para o crescimento interior, mas para o mundo atual.
“Nas coisas mais simples está o sentido da vida.” - Clarice Lispector.

jardim-com-deck
Projeto Deborah Roig

Como realizar a conexão homem-natureza

A conexão dos humanos com a natureza pode acontecer de várias formas. Um exemplo é o cultivo de jardins.

Plantar um "ser vivo verde", acompanhar seu crescimento, sua alimentação e nutrição em equilíbrio com o meio, afeta qualquer um de forma muito positiva, terapêutica.

Nenhuma outra experiência pode lhe inspirar tanto a ser sustentável e a projetar promovendo sintonia com a natureza.

A Biofilia, por exemplo, é um modelo de arquitetura, urbanismo e decoração voltada para os jardins, hortas, plantas e outros elementos orgânicos.

Ele propõe resgatar a conexão do homem urbano com a natureza em torno de ambientes residenciais, comerciais ou corporativos.
Emprega-se muitas espécies nativas, água, pedras e elementos com muita cor e formas orgânicas.


jardim-bonito
Projeto Alex Hanazaki

Ideias de decoração para jardins

Há inúmeras possibilidades de aprimorar os espaços abertos através da jardinagem e da decoração, deixando-os mais bonitos e integrando melhor pessoas à natureza

Veja alguns exemplos a seguir!


JARDINAGEM

Além de planejar o paisagismo o projetista deve compreender certas técnicas de jardinagem. Esse é um fator determinante para que o jardim permaneça sempre bonito.

Se ele não for bem tratado pode virar um matagal. Então, é preciso podar, regar e adubar. A quantidade de vento, a intensidade de sol e os nutrientes no solo, também interferirão.

Assim, as plantas crescerão viçosas e saudáveis.

Cada tipo de planta é usado para uma determinada situação. Se o efeito pretendido é de cascata, são indicadas a samambaia, a hera-estrela, a flor de cera e outras.

Para cobrir pergolados o ideal são trepadeiras como primavera, a jade e a alamanda

Outra tendência é investir em árvores frutíferas, que deixam o ambiente mais bonito, de ar limpo e cheiroso, como a laranjeira, a goiabeira , a pitangueira, e mais.

ideias-para-criar-jardins
Projeto Eder Mattiolli


Outros tipos de plantas são usados como forração - geralmente não passando de 30 cm- , criando contraste entre as espécies mais altas.

São exemplos o amor-perfeito, a boca-de-leão, a érica, o cravo e a cravina

E ainda têm os maciços, como a gardênia, a lavanda, a petúnia, a helicônia e o viburno. Pois todos esses, quando agrupados, são ótimos para compor canteiros.

O paisagista precisa tomar cuidado para não errar nos tipos e na quantidade de plantas no jardim, algo que compromete a harmonia do espaço.

O importante é ater-se a qualidade. Com menos  itens a área verde pode ficar mais bonita e fácil de manter, independente das estações. Novamente citando, isso requer planejamento.

ideias-canteiros-jardim
CasaCor São Paulo 2016

Se  o tamanho do jardim for pequeno, pode-se investir em composições diferentes, mais compactas. 

Na falta de espaço, mesclar vasos  com árvores de porte menor ou plantas rasteiras é uma alternativa.

Elas também podem ser acomodadas verticalmente, formando um muro verde.

Jardins verticais ao longo de muros trazem beleza, além de ajudar a reduzir a poluição e a refrescar o clima dos ambientes.

Nessa situação, as plantas mais recomendadas são as de sub-bosque, acostumadas a viver debaixo de florestas. São exemplos as zamioculcas, as avencas, as dracenas e os antúrios.

vertical-garden

Nesse caso para muros mais sombrios como percebemos melhor na foto abaixo

paisagismo-vertical-plantas-muro-com-sombra
Gilberto Elkis Paisagismo


DECORAÇÃO

Existem diversos estilos de jardins - dos clássicos aos contemporâneos. De todos, talvez o tipo que promove a melhor interação do homem com a natureza seja o oriental.

Ele oferece ás pessoas sensações de paz e tranquilidade, convidando-as a uma reflexão filosófica, a contemplação e reunião familiar.

São incluídas, nesse modelo, pedras, fontes e percursos d'água em formas orgânicas, além de muitos outros elementos decorativos.

Nos jardins orientais não se destaca as peças mobiliárias, enfatiza-se  a beleza natural através de certos tratamentos de arquitetura e decoração.

Um exemplo  é a criação de cenários naturais com a presença de pedras de tamanhos diferentes. 

Também elementos como pisos e decks, que incentivam a interação entre as pessoas e a natureza, levando-as a circular entre as espécies.

buenos-aires-oriental-garden
Jardim Japonês em Buenos Aires


oriental-garden
Cascata jardim japonês - Palermo- Buenos Aires

Estruturas feitas em madeira , como pérgolas cobertas por plantas trepadeiras, são muito bem vidas neste tipo de jardim.

Elas, supostamente, absorveriam C02, além de ter uma textura atraente e acolhedora - pura associação com o design biofílico

E e um jardim é feito pra relaxar, curtir e espairecer, é claro que deve ter também assentos para as pessoas aproveitarem a proximidade com a natureza.


CasaCor Franca

Este texto sobre como deixar seu jardim bonito foi criado pela equipe Viva Decora especialmente para o blog de decoração Jeito de Casa.

Obrigada por sua companhia!
bjus
ana maria