segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Tapetes lisos na decoração de casa

Decoração de casa: como utilizar tapetes lisos em interiores

tapete-liso-na-decor
Triplex Arquitetura

Artigos estampados são interessantes, mas tem horas que é melhor não abusar e usar itens mais neutros nas decorações, como tapetes lisos...

taptes-lisos-decor
Patrícia  Kolanian Pasquini

tapete-decor
BG Arquitetura

Tapetes lisos: segredos para deixar qualquer casa linda!

Como você se classificaria? Como uma pessoa clássica ou moderna? Seus gostos devem se refletir na decoração da sua casa em cada móvel, revestimento ou ornamento. 

Claro que uma ambientação ousada, cheia de detalhes, brilhos e cor é altamente atrativa. Mas, composições clean são uma opção mais neutra, agradando à todos e com menos chances de erro. 

Isso vale para acessórios também. Por isso saiba como usar e abusar de tapetes lisos e arrasar na decoração!

sala-de-jantar-mesa-quadrada
Inside Arquitetura e Design


Menos é mais

Confusão visual é algo que pode acabar completamente com a harmonia de qualquer decoração. Isto não quer dizer que você deve desistir de apostar em elementos que tenham mais textura ou que sejam estampados. 

Contudo, para se chegar à uma combinação equilibrada será preciso estudo. Porém, resultados satisfatórios requerem muito conhecimento.

Na dúvida, talvez seja melhor não arriscar. Você já deve ter ouvido a seguinte expressão 'menos é mais'. Isto é pura verdade. Para certas situações decorativas, é melhor investir em peças com menos ornamentos, cores claras ou neutras, e bordas retas. 

Mas em outras, basta apenas combinar itens sem estampas e relevos, lisos. Aliás, esta é a melhor alternativa quando se trata de montar um pano de fundo para móveis de grande valor.

decor-tapete-liso-decoracao
Casa Cor 2016


Os tapetes são utilizados como pano de fundo para várias peças mobiliárias em diferentes setores da casa – por exemplo, quartos e salas. 

Claro que os tapetes também apresentam outras serventias dentro dos ambientes de uma casa. Como a proteção de revestimentos de piso e a proteção dos moradores do frio destas superfícies em época de inverno mais rigoroso. Fora que eles podem incrementar muito bem as decorações.

Revista Viva Decora


decor-quarto-casal
Sérgio Palmeira


Díptico Design de Interiores

Tapetes lisos na decoração

Pense na montagem da decoração de ambientes como se fossem camadas. Na primeira camada temos as superfícies de pisos, paredes e forro com os seus revestimentos. 

Depois, temos as coberturas de algumas delas com painéis, tapetes e, às vezes, até tapeçarias. Depois, os grandes móveis – tipos sofás e estantes. E, por fim, os acessórios menores e ornamentos – como abajures e pequenos bibelôs.

O grande segredo para destacar cada uma destas camadas sem que nada entre em conflito é tentar contrastar todas elas. Digamos que você está decorando uma sala de estar. 

Se o seu piso de casa é claro e o sofá também, perfeito. Intercale isto colocando no meio um tapete de cor escura. O mesmo nem precisa ser neutro, mas, dependendo da proposta - colorido, combinando com outros artigos têxteis no ambiente – como cortina e almofadas.

                               Revista Viva Decora
decor-tapetes-ideias
Iná Arquitetura



Modelos de tapetes lisos para sua casa

Nas lojas de artigos de decoração para casa, podemos encontrar vários tipos diferentes de tapetes. Entre os modelos lisos, há os redondos, quadrados e em muitos outros formatos também. 

Devemos destacar que quanto menor for a peça melhor que seja lisa. Mas é claro que também será possível encontrar à venda passadeiras e tapetes maiores igualmente lisos. Estes modelos são os melhores quando se deseja tentar ampliar virtualmente os espaços.

Aline Cobra Design e Arquitetura

decor-tapete-redondo-mesa-redeonda
Dirlene Serrano


tapetes-decoracao
Aline Cobra Design e Arquitetura

tapetes-decoracao
Aline Cobra Design e Arquitetura


Um tapete liso chama muito menos a atenção, mesmo que em cor mais viva ou em preto. Tapetes lisos também se adequam bem à composições repletas de elementos de características clássicas ou modernas. Mas eles não precisam ser, necessariamente, desinteressantes por isto. Muitos podem apresentar pequenos detalhes, como franjas - principalmente em suas bordas. Mas e quanto às molduras?

Marcia Acaro

Alguns tapetes, em especial, vêm com uma fina linha ou faixa marcando a sua borda, quase sempre replicando o seu formato. A ideia é criar uma margem para todo o agrupamento de móveis colocado acima. 

tapetes-na-decor-ideias
Revista Viva Decora


Um jeito, inclusive, de forçar a visão do observador para o centro. Só tenha cuidado com isto. Tapetes com tais características podem fazer o ambiente decorado parecer menor. Use-os, preferencialmente, sob mesas de jantar.

Pra finalizar, é preciso citar a possibilidade de se fazer a sobreposição de tapetes para cobrir grandes áreas. Esta técnica de decoração está em alta e é ainda mais fácil de ser realizada com peças lisas. 

decor-tapetes
Casa Cor Rio Grande do Norte

Vamos lá! Seja criativo e não tenha medo de ousar tapetes lisos na decoração!

decor-tapetes-blogs
Andrea Bonotto


Essas dicas de tapetes para usar na decoração de casa foram criadas pela equipe
Viva Decora.



Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

ana maria

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Decoração: armário de cozinha para cozinha americana

Como escolher o armário perfeito para cozinha americana

Projeto Ornare - Roberto Carril

cozinha-america-armarios

Se tem algo que sempre nos traz muita alegria é poder desfrutar de uma gostosa refeição. Mas algo que pode nos proporcionar ainda mais felicidade é poder reunir a família e os amigos para conversar, rir e se divertir. 

E o melhor ponto da casa para isto é na área social – preferencialmente em uma sala e cozinha integradas. Quer deixar essa parte do seu imóvel mais bonita? Vamos revelar, neste texto, alguns modelos interessantes de armário de cozinha para deixar sua cozinha americana incrível!

Projeto Dado Castelo Branco - Ornare

cozinha-americana-provençal

Integração sala e cozinha americana

É importante começar este texto falando sobre uma das maiores tendências do momento quando se trata de arquitetura de cozinhas, que é a cozinha americana. 

Este modelo foi inspirado no modo de morar estabelecido na cultura americana moderna, buscando, através da integração de certas áreas residenciais, ampliar ambientes. Aqui no Brasil, o modelo foi reinterpretado de acordo com o gosto e as necessidades da população em geral.

O formato de cozinha americana que podemos ver em nosso país é aquele em que faz-se uma abertura da cozinha para a sala de estar ou jantar em meia parede. 

Esta grande abertura deixa exposto um ambiente para outro; contudo, sem comprometer a funcionalidade de cada espaço. A própria estrutura remanescente pode ser transformada em bancada extra de refeições – melhorando a situação local se receber um tampo e o acompanhamento de banquetas.

Projeto Roberto Carril

decor-cozinhas-americanas









Mas o processo integração entre estes espaços vai além disso. É preciso planejar outros detalhes da arquitetura e da decoração local para que isto aconteça, de fato. 

Por exemplo, os detalhes de iluminação, que impactam uma área e outra. Também as combinações de cores e texturas de todos os elementos da ambientação. E, por fim, as linhas da marcenaria, o que inclui os armários da cozinha.

Projeto Luciana Schiros - Ornare

cozinhas-americanas-modernas










Chris Silveira e Arquitetos Associados

decor-cozinhas-americanas


Estúdio DC 55

cozinha-com-serralheria


Móveis planejados para diferentes ambientes

Já sabemos que a criatividade, quando se trata de decoração de interiores, praticamente não tem limites. Isto quer dizer que as alternativas para a integração de uma sala e cozinha americana podem ser as mais variadas. 

Claro que os móveis planejados têm sido a melhor opção em casos assim. É que, neste caso, pode-se conseguir manter, em ambientes de diferentes funções, uma mesma linha estética.

Projeto Bianchi & Lima Arquitetura

cozinha-amadeirada-decor








blog-decor-cozinha-amadeirada-americana




blogs-decor-cozinhas-modernas

Atualmente, os móveis mais vendidos no mercado nacional são os modulados. A maioria das peças oferecidas pelos fabricantes são aquelas feitas em aglomerados como MDF e MDP - ditos materiais mais resistentes e duradouros. 

E estas peças vêm com medidas padrão, mas podendo ser agrupadas e por vezes personalizadas do modo como desejado pelo cliente. Assim, tem-se ambientes com espaços mais bem otimizados!

Os móveis planejados fazem ainda mais diferença em ambientes com planejamentos de layout complexos, como é o caso das cozinhas. Num local como este, é necessária a instalação de vários aparelhos e muito mais áreas de armários também. 

Com um projeto de interiores bem detalhado, o resultado final é um aproveitamento muito maior de área. E a integração da cozinha com a sala fica para o design externo das peças.

GF Projetos

decor-cozinha-americana

ideias-decor-cozinhas-americanas

Panamá Estúdio de Projetos

blog-decoracao-cozinhas

Uma decisão coerente que você pode tomar para a sua casa é escolher móveis para sala e cozinha americana do mesmo fabricante, seguindo um mesmo estilo estético. 

Dê prioridade para peças maiores com revestimento externo idêntico. Mas tente quebrar a hegemonia visual brincando com peças menores, como nichos e prateleiras, em cores opostas ou brilhantes.

O ponto central da integração entre a sua sala e cozinha americana será a ilha ou o balcão de refeições na divisa entre os dois ambientes. As linhas deste grande elemento podem se estender dos dois lados e se desdobrar em vários outros. 

Do lado da cozinha, como o tampo de um balcão despensa. Já do lado da sala, como a parte superior de um rack combinando com um painel para TV. Observe exemplos como estes nas ilustrações!

MAV Arquitetura

decor-cozinhas-integradas

Ambientta Arquitetura

decoracao-blog-cozinhas

decor-cozinhas-americanas


Novos modelos de armários de cozinha 

Agora, é vez de lembrarmos como os novos modelos de armário de cozinha podem ser. Pra começar, os mesmos podem ter um revestimento muito resistente, inclusive à umidade – como é o caso das peças com acabamento em laca ou vinil. 

Para facilitar a limpeza de tudo e poupar espaço, muitos móveis vêm com puxadores embutidos ou sem puxadores – apenas com recortes estratégicos na marcenaria.

O mais interessante desta nova tecnologia moveleira é a quantidade de peças diferentes que se pode fabricar a partir dela. Pra começar, balcões e armários aéreos. Também prateleiras e estantes. 

Nichos abertos e fechados, com corrediças e grades para sustentar lixeiras embutidas, suportes de temperos, panos de pratos e mais. Pesquise com os lojistas e veja as melhores alternativas para a sua casa!

Projeto Pietro Terlizzi

cozinha-cinza-moderna-blog-decor








blogs-decor

Realmente, estes armários podem fazer toda diferença. Que tal experimentar em sua casa?


Essas dicas de decoração de cozinha americana foram criadas pela equipe Viva Decora.


Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

ana maria

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

5 Dicas de decoração com conjunto de sofá 2 e 3 lugares

 Chegou a hora de renovar a sua sala de estar. Você já tem em mente o móvel que será trocado: o conjunto de sofá 2 e 3 lugares. Como é uma peça chave na decoração da sala de estar, ela merece atenção e espaço, por mais limitado que ele possa ser se você mora em uma casa ou apartamento pequeno. 

conjunto-sofa-decoracao

Se você ainda tem dúvidas de como decorar a sua sala de estar com sofás, siga com a gente nos próximos parágrafos que vamos explicar melhor como fazer isso com estilo sem deixar o conforto de lado! 

  1. Delimite o espaço para cada móvel


Para que uma casa ou apartamento fique organizado, você precisa entender que cada móvel deve ter o seu lugar e não pode invadir o espaço do outro, caso contrário, todo o ambiente fica desarrumado e visualmente poluído. 


Além de facilitar o fluxo de pessoas e fazer com que o ar circule por todo o cômodo, escolher o lugar cada móvel também ajuda a deixar tudo arrumado para que seus convidados fiquem sempre à vontade.



  1. Use as cores ao seu favor 


Se você ainda não aplica a “psicologia das cores” na sua decoração é melhor começar o quanto antes. Segundo ela, todas as cores exercem alguma influência nos nosso sentimentos, despertando estados de alegria, calma e euforia. Em alguns casos, elas mudam nossa percepção espacial como é o caso do branco que amplia o espaço, deixando-o maior do que realmente é. 



  1. Não se esqueça do conforto


Quando você chega em casa no final do dia tudo o que quer é sentar no seu sofá macio e relaxar o corpo cansado enquanto assiste algo na televisão da sala.  Por isso que você precisa prestar atenção no estofado do seu jogo de sofá 2 e 3 lugares, já que ele não pode ser muito macio, nem muito rígido, podendo causar dor nas costas. 



  1. Respeite o formato dos móveis e objetos


O equilíbrio proporcionado pelas formas e curvas dos móveis e objetos decorativos torna uma sala de estar mais gostosa e agradável de estar. Eles dizem muito sobre a decoração da sala de estar, caso ela esteja mais voltada para o estilo clássico ou moderno. 


No primeiro caso é ideal que você escolha móveis com linhas e curvas mais acentuadas, enquanto que no segundo caso é preferível optar por móveis sem quintas proeminentes e formatos circulares. 



  1. Objetos decorativos também são importantes 


Não subestime a força que os objetos decorativos têm na construção da identidade de uma sala de estar.  Quadros, luminárias, plantas e mesas de centro são excelentes para delimitar espaços e dar mais destaque para o seu jogo de sofá. Tenha eles em mente na hora de decorar a sua sala com um conjunto de sofá de dois e três lugares


Curtiu as nossas dicas? Então aproveite para conferir outros assuntos ricos e proveitosos como esse para decorar a sua casa do seu jeito, adicionando um toque da sua própria personalidade em cada cantinho do seu quarto, da sua sala de estar e de qualquer outro cômodo. 


Obrigada pela companhia!

Ana Maria


segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Cozinha: ilha ou península?


Recebi um texto muito interessante sobre a famosa dúvida ao sonhar com uma nova cozinha, qual é o melhor para meu espaço, Ilha ou Península
Por isso divido com você  o texto do arquiteto Renan Altera explicando as diferenças
e como adotar cada modelo nos projetos. Espero que seja esclarecedor para você!


À frente da Altera Arquitetura, o profissional compartilha dicas e informações sobre infraestrutura e materiais para apostar nesses tipos de bancadas que deixam as cozinhas atemporais e super sofisticadas

Além de funcionais, as ilhas são esteticamente agradáveis e deixam os projetos de interiores mais sofisticados.


cozinha-com-ilha-ou-com-peninsula?Projeto Altera Arquitetura | Foto: JP Image

Na integração das áreas sociais da casa, não apenas as salas de estar e jantar têm alçado status! Em evidência, as cozinhas entram nesse contexto e pedem por projetos que, além da funcionalidade indispensável para o ambiente, proporcionem uma estética formidável por ficarem à vista de todos.

Na ausência das paredes, que antes as escondiam, atualmente as cozinhas ressaltam a amplitude do conceito aberto, com presença de ilhas e penínsulas. Mas como deliberar pela melhor solução para o cômodo e, ao mesmo tempo, trazer uma atmosfera prática, sofisticada e conectada com a proposta do décor? À frente da Altera Arquitetura, o arquiteto Renan Altera contabiliza belíssimas cozinhas projetadas dentro desse estilo. “O brasileiro expandiu sua percepção e se apaixonou pela ideia por mostrar sua cozinha e tornar o ambiente gostoso para receber seus convidados”, diz.

Acompanhe as dicas essenciais preparadas pelo profissional:

Península ou ilha de cozinha?

Ao decidir pela cozinha aberta e integrada, o próximo passo é entender a diferença entre península ou ilha. De forma simplificada, assim como na geografia, ilha é aquele elemento que não tem conexão nenhuma com os armários ou paredes, enquanto a península apresenta um dos lados conectado aos móveis adjacentes ou até mesmo com a parede lateral.


Ligada com a parede, a bancada da península realizada por Renan Altera conta com cooktop a gás, cuba com torneira gourmet e a robustez do exaustor que elimina cheiros e a gordura antes que se espalhe pelo apartamento 

cozinha-qual-melhor-ilha-ou-peninsula
     Foto: Photons Fotografia

Para definir entre a instalação de ilha ou península é necessária uma análise detalhada do layout da cozinha. Nesse contexto, o arquiteto faz as medições para avaliar a circulação – fundamental para o conforto de quem vai utilizá-la –, assim como o espaço para a instalação. Com esses pontos em mãos, é hora de determinar as dimensões e verificar o que possível instalar nessa bancada. “A depender da área da cozinha, muitas vezes não conseguimos agregar, no mesmo local, a pia, o cooktop e ainda propiciar espaço para o manuseio. Tudo é pensado com bastante atenção”, explica Renan.

Em paralelo, a infraestrutura também direciona o caminho, afinal é preciso haver ligação com a hidráulica quando a pia é instalada na ilha ou península, bem como pontos de gás ou energia, a depender do tipo de cooktop escolhido, sem contar quando eletrodomésticos também são incorporados na bancada.

Quando a obra envolve um reposicionamento, frente ao layout original do imóvel, a obra implica na execução de muitas modificações. “Costumo dizer que devemos ser prevenidos também. Mesmo que o cliente escolha o cooktop por indução, por uma deliberação nossa gostamos de deixar um ponto de gás disponível. Costuma ser muito útil caso mude de ideia no futuro e queira trocar tipo de abastecimento do seu fogão”, relata o arquiteto.

Seja na ilha ou na península, a coifa na área superior é indispensável. Segundo Renan, em função do design sua preferência é pela coifa cilíndrica, que oferece a mesma eficácia que a coifa chapéu. “De forma alguma abro mão dela em meus projetos”, confessa.

Outro cuidado está relacionado à infraestrutura necessária para a utilização da coifa por exaustão, que tem por premissa a retirada do odor e gordura, que por sua vez será expelida para o lado de fora do apartamento. No entanto, quando não existe a possibilidade de construir essa saída, por causa de alguma viga ou outro detalhe presente na estrutura do imóvel, a coifa por depuração resolve a questão.

Pontos de apoio à bancada


Em ‘L’, a península é uma continuação da bancada de quartzo silver grey da Vitiello e Romano (com escorredor esculpido no mesmo material) e conta com pia, cooktop e marcenaria, que recebeu a máquina lava louça. Na riqueza de detalhes, o arquiteto incluiu espaços vazados para a disposição das louças e utensílios enquanto escorrem. A preocupação com a higiene, com o manuseio dos resíduos, se reflete na discrição: por meio da tampa de inox, o lixo é guardado dentro do armário|


qual-melhor-cozinha-ilha-peninsula
 Foto: Photons Fotografia

Entre todos os atributos da ilha e da península, não podemos deixar de realçar sua atribuição como local de refeições. Tanto para as situações corriqueiras do dia a dia, como para recepcionar os convidados enquanto o morador prepara uma receita, quem sonha com uma cozinha nesse formato, também almeja um espaço acompanhado por banquetas altas com essa motivação. Para tanto, além da área estimada para a funcionalidade da ilha, o projeto deve considerar um acréscimo de, pelo menos, 40 cm de bancada para que a pessoa possa se acomodar com conforto.

Para tornar a parte inferior da ilha funcional, a melhor forma é apostar na marcenaria, que contribui de uma forma positiva para ilha. “Normalmente, na parte inferior, deixamos a marcenaria preparada para facilitar a dinâmica do dia a dia. Por exemplo, logo embaixo do fogão gavetas para os talheres e outra maior para as panelas agiliza muito o processo de quem está no cozinhando”, esclarece Renan.

Principais materiais para revestir a ilha

Entre os materiais disponíveis no mercado, o arquiteto compartilha sua predileção pelo Dekton, pedra industrializada produzida a partir da mistura das matérias-primas usadas na fabricação de porcelana, vidro e superfícies de quartzo. Por conta de suas propriedades, se traduz em um revestimento muito resistente e que não mancha. “Entretanto, em alguns orçamentos pode não ser viável por conta do valor alto do produto”, conta Renan. Na lista, os quartzos também são bastante indicados, porém pedem atenção quanto ao calor ao apoiar panelas diretamente na pedra. Em relação ao custo benefício, entram as pedras naturais, como o granito.


   Siga nossas redes: Instagram - Facebook - Pinterest 

Jeito de Casa  Blog - Decor e Arquitetura

bjus
ana maria