sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Poucos detalhes, muito estilo. Por dentro da decoração rústica

Estilo bastante procurado para casas de campo começa a marcar presença em ambientes urbanos.




Muito do que pensamos para nosso espaço tem a ver com o momento de vida que atravessamos ou até mesmo o que buscamos viver. Optar por um estilo simples para compor os cômodos é abrir as portas de casa para a tranquilidade, o conforto e a paz de espírito em cada metro quadrado. Entre os estilos que vão por essa filosofia, o rústico talvez seja o mais conhecido no mundo ocidental.


Associada à vida simples do campo, trata-se de uma decoração que se inspira na falta de detalhes, em formas orgânicas e materiais mais brutos. Mesmo contando com elementos que evidenciam a idade e a simplicidade de móveis e de acabamentos, o estilo rústico deixa qualquer imóvel imponente e ao mesmo tempo acolhedor. Atualmente, na decoração de apartamentos de luxo em São Paulo, o estilo natureza está em alta pelo fato principal de trazer calmaria e serenidade em meio ao caos paulistano


A escolha por móveis cheios de personalidade


Um dos pontos que tornam o estilo tão distinto é a característica das peças que compõem cada ambiente. A escolha pela madeira maciça como o pinho ou a peroba rosa são a matéria-prima de enormes guarda-roupas, armários de cozinha e racks com o acabamento aparente. O sofá e as poltronas, também com poucos detalhes e acabamento bruto, procuram contraste em estofados com tecido em padrões como listras, florais ou xadrez. Há alguns anos era preciso investir muito tempo e dinheiro para encontrar móveis antigos que correspondessem a essas características. Hoje, de olho na tendência, algumas lojas de móveis já oferecem opções mais acessíveis de peças inspiradas no estilo. 


Paredes que contam uma história


Os acabamentos escolhidos visam sempre mostrar a força do tempo. O resultado pode ser obra do desgaste ao longo dos anos, como acontece em casas de campo que atravessam gerações, ou utilizando técnicas e materiais que imitam o efeito. Independente de como a característica é alcançada, o objetivo é um só – dar aos acabamentos uma atmosfera mais descontraída e distante de estilos mais modernos e urbanos. Nesse caso, aposte em paredes de pedra, tijolo, cimento queimado (como as encontradas no estilo industrial), revestidas em madeira ou pintadas em tons pastel, mais claros, e tons de terra. Para o chão, além do clássico piso de madeira, comum ao estilo, abuse dos tapetes em fibra de coco ou até mesmo de esteiras de junco ou palha.


Objetos de decoração com espírito simples 


Para deixar mais aconchegante ainda, traga as cores de plantas e flores para o seu ambiente. E, para acompanhar o sossego do rústico em sua sala e seus quartos, invista em cortinas de tecidos mais leves e esvoaçantes em tons mais claros. Na parte da iluminação esqueça os trilhos e spots para dar lugar a candelabros, lustres mais clássicos e abajures. Para completar, espalhe quadros e painéis envelhecidos pela casa. Tudo sem exagero, sempre com bastante parcimônia. O foco é preencher espaços vazios, mas sem abrir mão da simplicidade que construímos até agora.
Ainda pouco presente nos melhores bairros de São Paulo, onde a predominância é por um estilo mais moderno como o industrial ou o contemporâneo, o rústico está começando a entrar no radar de pessoas que buscam trazer elementos de paz e tranquilidade da vida simples no campo para dentro de seus lares.


Obrigada por sua companhia!
ana maria

Um comentário:

  1. Sempre aprendemos co0ntigo em, teus posts bem planejados... FELIZ| NATAL! bjs, chica

    ResponderExcluir

AMO SEU COMENTÁRIO ♥

Responderei as perguntas relacionadas as postagens aqui nos comentários mesmo. Muito obrigada por sua participação!